«

»

set 13

A diretoria da APEES, responde a posição do executivo:

Confira na integra a posição do poder executivo, divulgada no Jornal Tribuna da Produção: http://tribunadaproducao.com.br/noticias/geral/universitarios-protestam-contra-atrasos-nos-repasses/14044 

A diretoria da APEES, responde a posição do executivo:
Primeiro sobre os pedidos de comprovantes de residência só foi solicitado dia 29 de agosto em reunião com o prefeito, diante disto o presidente Lucas Lima solicitou a cada representante de linha, mediante formulário padrão e que cada acadêmico junte o comprovante em anexo. Por fim, durante esta semana será protocolado, pois cada representante de linha tem que entregar para diretoria poder encaminhar.
Segundo sobre a Comissão que o prefeito municipal se refere que a APEES nunca montou, ele mesmo assinou e recebeu o oficio protocolado da Comissão em reunião no dia 17 de março de 2017 – conforme segue imagem do oficio recebido, e link do resumo da reunião  https://www.facebook.com/apees1998/posts/1440515332625646

Na ocasião Eduardo Freire, informou que iria agendar uma reunião com o Tribunal de Contas, onde os membros da comissão e o poder executivo se deslocaram para tratativas da reforma na Lei, e até hoje não foi agendado.
Então, há quase três anos os valores não estão sendo repassados, digo isto, pois muitos acadêmicos não recebem a dois anos, ou seja, o ano de 2015 e 2016 e o terceiro ano é de 2017 que é sabido pela sociedade que tem a lei das parcerias em vigor desde primeiro de janeiro…
Nossa reinvindicação é dos repasses atrasados, os a partir deste ano a diretoria está tomando as devidas providencias solicitadas na última reunião.
Cabe ressaltar que sobre a lei das parcerias até o presente momento apenas foi pedido que a associação fizesse uma reunião para definir critérios, contudo o edital público que o executivo tem que lançar não foi publicado nos meios de comunicação fazendo o chamamento público dando as diretrizes de como funcionará e os documentos que precisam ser encaminhados para que o repasse a partir deste ano seja concedido.
Ao longo dos anos a lei municipal teve alterações, atualmente é de 45% do cobrado pelas empresas a cada aluno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>